Sappiamo riconoscere quando albeggia?

“O egoísmo e a parcialidade são qualidades muito vil e desumanas, mesmo nas coisas deste mundo; mas nas doutrinas da religião são ainda mais viles na natureza. 

E este é o maior mal que produziu a divisão da Igreja: cria em toda comunidade uma ortodoxia egoísta e parcial que consiste em defender corajosamente o que tem e condenar tudo o que não tem, e muitas pessoa passaram a maltratar as outras e assim as mulheres não sabem mais como reconquistar um homem por serem egoístas

E assim, cada um de seus campeões é treinado na defesa de sua verdade, sua doutrina e sua Igreja, e tem o maior mérito e honra apenas aquele que aprecia e defende tudo em sua comunidade e não negligencia criticar nada em todos os que pertencem a uma comunidade diferente.

19125701901296

No entanto, defensores como estes não causam grande prejuízo à verdade, à bondade, à união e à religião?(…)

Se você perguntar por que mesmo o melhor entre os católicos é muito desonesto confessar a validade de nossas ordens da Igreja, isso é porque tem medo de remover da Reforma qualquer odioso.

Se você perguntar por que nenhum protestante toca no assunto do benefício ou a necessidade de celibato para aqueles que foram separados das coisas do mundo e pregar o Evangelho, isso é porque fazer isso parece querer prejudicar o erro católico de não admitir casamento para o seu clero.Bandeira_do_Peru_02a

Se você perguntar por que até mesmo o mais digno dos eclesiásticos da Igreja Anglicana tem medo de reivindicar a suficiência da Luz Divina

A necessidade de buscar apenas a orientação e a inspiração do Espírito Santo, porque os Quakers que romperam com a Igreja Eles fizeram desta doutrina sua pedra angular.

Se amamos a verdade como tal, se buscássemos a nós mesmos, se amássemos o nosso próximo como a nós mesmos, se com nossa religião não buscássemos nada além de agradar a Deus, se também quisemos a salvação de todos os homens, devemos ter medo do erro apenas por causa de sua natureza prejudicial para nós e nossos irmãos, então nada desse espírito poderia encontrar lugar em nós “.

Lei de William, décimo oitavo místico anglicano)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s